Todos os santos de Narciza

pij

Esse é um daqueles lugares que quando você vê, você para. Para pra  contemplar, tamanha é a pureza, o despojamento e a simplicidade….uma simplicidade que chega a comover, e a fazer você  refletir de que se precisa  muito pouco pra ser feliz. É o oratório de uma senhora de 93 anos, chamada Narciza, filha de Bertoldo e Berberina, irmã de Brazilino, meu avô. Uma doce senhora, que tem orgulho da sua casinha branca, construída no alto de uma pedra, lá onde o rio faz a curva e onde seu fogão à lenha trabalha silencioso longe dos olhares apressados da cidade. Quando pedi licença para tirar foto do seu oratório, que eu disse ter achado muito lindo, ela me olhou sorrindo e estranhando o pedido respondeu…então porque não faz um?….pois é tia, devia fazer mesmo! pensando no assunto 🙂